5 Problemas causados por falta de Indicadores de produtividade

Problemas causados por falta de Indicadores de produtividade

Qualidade é um dos itens acompanhados pelos indicadores de produtividade, mas, quando deixa de ser mensurada pode comprometer a produção.

Os indicadores de produtividade são ferramentas que auxiliam na medição do desempenho da empresa e de seus profissionais. Esses podem mensurar diferentes resultados e se dividem em estratégicos, financeiros, recursos humanos, produtividade, eficiência, qualidade e outros.

Com essa grande diversidade, antes de tudo é preciso definir quais serão usados e seus objetivos, para somente depois estabelecer as métricas. Feito isso, devem ser monitorados e os colaboradores devem ter conhecimento sobre eles. Por isso, o uso de quadros em locais de grande circulação são de suma importância para divulgação dos resultados.

Entretanto, quando não se trabalha corretamente os indicadores de produtividade, as empresas sofrem algumas consequências que impactam na gestão e até mesmo na competitividade no mercado. Veja algumas delas.

1 – Dificuldade para identificar gargalos da produção

Quando não se mensura os indicadores de produtividade como recursos consumidos, tempo de produção e outros, fica muito difícil de identificar onde estão os problemas. A cadeia produtiva deve ser segmentada e ter indicadores para cada uma de suas partes.

Se surgirem dissonâncias com o planejamento, sabe-se em que etapa está o problema e a solução pode ser encontrada com mais facilidade.

2 – Ausência de indicadores de produtividade pode levar a falta de sincronia com o objetivo

Se no planejamento anual se pretendia entregar 50 mil peças até o final do ano, esse número deve ser acompanhado. Mas, a ausência de indicadores pode fazer com que tudo seja feito por “estimativa”.

Ao final do período estipulado não se sabe se a meta foi atingida e não se conseguem fazer ajustes durante o andamento do processo para que seja alcançada. Todos os objetivos devem ser acompanhados por indicadores que os meçam de forma precisa.

3 – Falta de acompanhamento do desempenho da empresa

Só se sabe qual o desempenho da empresa com o acompanhamento dos indicadores de produtividade. Dessa forma sabe-se os objetivos estão sendo alcançados, se há um destaque perante aos concorrentes e até mesmo a satisfação dos consumidores.

Se nada disso houver é como se empresa estive tomando suas decisões e andando rumo ao escuro.

4 – Avaliação de resultados e feedbacks ineficazes

Os colaboradores precisam entender como está o seu desempenho e em que pontos precisam se aprimorar. Porém, quando não são acompanhados e não sabem qual o resultado do seu trabalho não conseguem atingir um bom desempenho.

Os gestores não conseguem aplicar feedbacks e muitas vezes ficam com uma equipe pouco produtiva.

5 – Tomadas de decisões sem uma base sólida

Os gestores encontram uma grande dificuldade na hora de estabelecer metas e tomar decisões. Uma reunião que não tenha um quadro com os indicadores de qualidade, por exemplo, dificulta na hora de decidir sobre fornecedores e melhorias na cadeia produtiva.

Até mesmo investimentos que poderiam ser feitos e inserção em novos mercados acabam sendo comprometidos. As decisões acabam sendo baseadas em “achismo” e muitas vezes podem ter um impacto negativo na organização.

Indicadores de produtividade são necessários em qualquer empresa e quando são deixados de lado comprometem resultados e qualidade. Porém, apenas saber quais são não basta, eles devem ser acompanhados por todos e estar à disposição, facilitando o acompanhamento.

Na sua empresa, quais são os indicadores de produtividade indispensáveis para garantir bons resultados? Se você ainda não tem seu quadro e está com problemas para gerenciar os indicadores, entre em contato conosco!

Comentários
Whatsapp