Gestão do tempo: Os 4 erros que você está cometendo

Gestão do tempo

Atualmente o foco das empresas é a produtividade, pois, é preciso ter bons resultados otimizando os recursos. Uma das ferramentas que permite atingir este objetivo é utilizar corretamente a gestão do tempo.

O tempo é um dos bens mais preciosos tanto para as organizações como para pessoas e saber aproveitá-lo da forma correta garante profissionais mais bem avaliados, pessoas mais felizes e que sentem que estão atingindo seus objetivos.

Para conseguir aproveitar melhor as horas e até mesmo os minutos, existem ações simples que contribuem para a gestão do tempo e assim garantem que a agenda, mesmo que cheia, possa ser realizada por completa. Veja que dicas são essas.

1. Falta de organização que impacta na gestão do tempo

Se não sabe por qual tarefa começar, onde estão os recursos que serão utilizados na ação ou o que precisa ser feito se perde um grande tempo.

O ideal é ter um local de trabalho organizado, com as ferramentas colocadas em locais certos e que podem ser acessadas com facilidade. Por exemplo, na mesa de trabalho se a caneta é usada com mais frequência que a calculadora, ele deve ficar mais perto.

Ter uma agenda com prioridades e tarefas que precisam ser cumpridas no dia ou na semana, evitarão que fique parado pensando no que precisa ser feito, assim, não se perde minutos preciosos.

Leia também Como administrar o tempo?

Receba nossas dicas!

2. Equipe que não se comunica adequadamente

Uma equipe precisa trabalhar em harmonia, com as tarefas sincronizadas, trabalhando a gestão do tempo e um membro completando o que o outro faz. Entretanto, quando os integrantes não se falam começam a ocorrer problemas como tarefas sendo feitas repetidas vezes e outras que deixam de ser executadas e tem os seus prazos perdidos.

É preciso que haja uma forma eficiente de comunicação, por exemplo, para que as tarefas sejam distribuídas e todos saibam que metas já foram atingidas. Nesse caso usar um quadro magnético pode ser uma boa solução, pois, todos visualizarão as suas demandas e poderão acompanhar a produtividade da equipe.

Leia também Melhoria de processos: O que é e como pode ajudar minha empresa?

3. Realizar o retrabalho

Uma tarefa bem-feita pode levar alguns minutos a mais, porém, evita que se perca horas com o retrabalho. A gestão do tempo adequada prevê que se meça a qualidade do que está sendo feito e dessa forma evita que toda a atividade tenha que ser refeita.

Por exemplo, na produção, pode-se ter quadros magnéticos para acompanhar a qualidade e, se for notado qualquer desvio rapidamente se observa onde está o erro e ele pode ser corrigido sem causar um grande impacto.

Leia também Produtividade e qualidade: Como aliar os dois temas?

4. Processos com falhas

O processo precisa ser algo contínuo e harmonioso, qualquer falha que ele possua causa impactos negativos para empresa e faz com que ela perca tempo e dinheiro. A fim de evitar esse tipo de problema é preciso ter uma forma simples de visualizar o processo por completo e assim identificar se ele está adequado.

Usando quadros magnéticos se consegue ter essa informação e qualquer colaborador pode acompanhar o que precisa ser feito, se está adequado e indicando se alguma melhoria pode ser implementada.

A gestão do tempo visa otimizar as tarefas e garantir que elas sejam realizadas a fim garantir a produtividade e cumprimento de metas. Portanto, a organização e planejamento são fundamentais para que estes objetivos sejam atingidos.

Agora que sabe como melhorar a gestão do tempo, veja os quadros magnéticos disponíveis que podem ajudar nesse processo.

Conheça nossos quadros de gestão!

Comentários
Whatsapp